terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

CURSO DE SOCORROS EMERGENCIAIS LANÇADO OFICIALMENTE

Demorou um pouquinho mas finalmente saiu nosso CURSO DE SOCORROS EMERGENCIAIS!
Agora pela manhã, após uma reunião para finalizar os detalhes com o SESC de Paranavaí, fechamos a grade do Curso que acontece nos dias 21 e 28 de MARÇO DE 2011 nas dependências do SESC/PVAI.
O Curso terá como objetivo principal atualizar informações sobre o atendimento de emergência em situações específicas.
- Acidentes e lesões em atividades esportivas e práticas de atividade física em geral.
- Socorro imediato a problemas cardiovasculares
- Fraturas, quedas e outros acidentes com crianças, jovens e idosos.
O Curso, que será desenvolvido pelo SESC e pela ATHENAS CGE LTDA será oferecido para toda a comunidade em geral, Acadêmicos de várias áreas voltadas para a saúde, Técnicos Esportivos da FESPAR, professores das Academias de Paranavaí, entre outros.

CURSO DE SOCORROS EMERGENCIAIS!
QUANDO - 21 E 28 DE MARÇO
ONDE - SESC PARANAVAÍ/ACADEMIA ATHENAS DE MUSCULAÇÃO
CARGA HORÁRIA - 40 HORAS - 20 PRESENCIAIS E 20 À DISTANCIA - COM CERTIFICAÇÃO.
VAGAS - 50 VAGAS (numero limitadíssimo para garantir a qualidade do Curso!)
INVESTIMENTO - R$ 80,00 (R$ 60,00 para acadêmicos)
RESERVAS DE INSCRIÇÕES E MAIORES INFORMAÇÕES PELO EMAIL: jonieliton@hotmail.com e pelo fone 44 9965 3227.



segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

TWITTER!! DEPOIS DE UM TEMPO COM MINHA CONTA AGORA VOU TENTAR USÁ-LA!!

Se quiser conhecer meu Twitter ai vai:
http://twitter.com/ profjoni
Só não prometo que vá me empenhar com coisas do tipo : "fui ao banheiro"  "sai" fui ao mercado" comprei isso e aquilo" ...
Como sou aberto à tudo que se refere a tecnologia vou experimentar e conto com você para isso mas se não gostar, fico por aqui ehehehehe!!

O CASO DO DINHEIRO NA PERIQUITA!

Pode parecer piadinha mas se vc vir o vídeo até o final vai ficar chocado com a manipulação da lei por quem entende dela! Se o Delegado não fosse casca grossa tinha pipocado e mais uma tinha ficado impune!!!

sábado, 19 de fevereiro de 2011

XADREZ INICIA OFICIALMENTE AS ATIVIDADES DE 2011

O Clube de Xadrez de Paranavaí iniciou oficialmente hoje suas atividades referentes aos preparativos para competições oficiais (Jocops, Jojups, etc) hoje com um torneio que reuniu várias cidades da região. E claro, dessas cidades estavam presentes nossos projetos ATHENAS:
NOVA ALIANÇA DO IVAÍ!
TAMBOARA!
ESCOLA INTENTUS!
Somente o projeto de Alto Paraná não pode comparecer.
Estiveram presentes alunos de São Carlos do Ivaí, do professor Fábio Biscola e vários dos principais atletas de Paranavaí. Os grandes Campeões do evento foram Juliana e Mateus de Camargo. Com todo mérito claro pois estão entre os principais atletas do país.
Entre nossos projetos, os atletas de Tamboara que compareceram foram campeões em suas categorias!
De Nova Aliança do Ivaí, tivemos 5 atletas premiados em 8 que compareceram! Fantástico!
Minha gata também jogou e fez 2pontos em 6! Em torneios Absoluto  o que particularmente não gosto é que atletas iniciantes como a Joana acabam enfrentando atletas muito fortes e veteranos e isso é complicado! Mas mesmo assim acho que ela foi muito bem.
Os demais atletas tiveram excelente participação e contaram com o apoio da professora Giany do INTENTUS, que mais uma vez está presente nos eventos oficiais de Paranavaí.
Parabéns ao Téia, Willian e demais organizadores do evento! Primeiro de muitos esse ano se Deus quiser!!





quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

AOS PROFISSIONAIS DE EDUCAÇÃO FÍSICA QUE INICIAM SUA CARREIRA!

Sou professor de Educação Física à muitos anos e uso a denominação Profissional de Educação Física desde 1995. Nesse ano iniciamos um processo de reconhecimento profissional de nossa área de atuação.
Eu sempre comento que sou o profissional que escolhi ser. Poderia ter feito algo na área de Medicina, como por exemplo Fisioterapia. Cheguei a prestar vestibular. Ou na área de Direito que por sinal será meu próximo curso superior.
No entanto, escolhi ser professor! E de Educação Física. Não sei se pela influência dos bons professores que tive ou dos péssimos profissionais que passaram pela minha formação. Garanto que tive as duas referências extremas.
Mas enfim, atuo desde 1987, quando era apenas um estagiário do Magistério e volta e meia fazia uns bicos pra minha prima Marilza de Jandaia. Já formado nos anos 90 sempre procurei ser ético e o mais profissional possível. Claro, de acordo com minha formação tecnicista (fui a última turma de 3 anos na Faficla) professor tinha que trabalhar esportes em sua aula e ser bom.
Resumindo, a falta de atitude e a incompetência de muitos, acabaram por determinar o fim da Educação Física na Escola pois ela incomodava as disciplinas "importantes". Queriam colocar muitas aulas de português e de matemática, além de outras mais.
E a Educação Física perdendo seu espaço.
Vou dizer uma coisa a vocês! Foi a melhor coisa que nos aconteceu! Por causa dessa revolução tivemos que construir novamente nossa disciplina nas Escolas! Buscar nosso espaço. Particularmente diria que a apatia das outras áreas acabou auxiliando esse retorno pois voltamos com mais força. Hoje temos um espaço exatamente igual às outras áreas de conhecimento. Temos indefinições de linha de atuação como tecnicista ou pedagógicista ou outras várias, mas seja qual for, atuamos verdadeiramente na escola. Lógico que como as outras áreas enfrentamos problemas e sérios. Nossos alunos não tem o que nós em nossa época tinhamos que era a consciência familiar. Na minha época de escola, estudar não era obrigatório pelo Estado como agora mas era obrigatório pela família que via nos estudos uma oportunidade.
Hoje temos analfabetismo funcional em todos os níveis de ensino e sinceramente também no sistema educacional. Professor que não sabe calcular, professor que não sabe falar "ten ocrock" e também professores de Educação Física que não sabem nem o esporte, nem o educar brincando e muito menos dançando ou cantando... poxa!!! Só soube passar no concurso de Xs e no exame médico.
Cadê o controle de qualidade né?? Mas enfim, diria que do tempo em que leciono só vi nossa área melhorar, pois acredite, já foi pior!
Hoje em minha escola, tenho voz ativa, trabalho com afinco pelo que acredito e busco sempre superar minhas expectativas quanto à qualidade do meu trabalho. Tenho muito orgulho em dizer que não sou vagabundo, não trabalho pelo quanto ganho, não faço por que sou empregado mas porque escolhi essa profissão. Eu procuro ter minha voz ativa em Conselhos de classe e na rotina diária da minha escola. Nem sempre agrado pois sou chato ao extremo e intrometido. Mas tenho esse direito como profissional da Educação e membro daquela comunidade.
Para você, jovem que se forma por agora, esse é o seu maior problema. Não é o salário ou o concurso ou sua pós! É a confiança no seu trabalho e a qualidade que você impor a isso que vão lhe dar o retorno que espera.
Dia desses um companheiro de trabalho me disse que o profissional de Educação Física ganha mal. Eu discordo veementemente. Acredito que todo o sistema educacional paga mal, não reconhece oficialmente o nosso valor e fica só de conversinha e propagandinha de como somos importantes. Capitalizar que é importante nada. No entanto, como profissional de Educação Física digo a vocês que temos que ter nosso valor. Temos que conquistar e valorizar nosso espaço. Dia desses fui procurado por um município que me pediu determinado número de funcionários. Ao todo o projeto se aproximava de 10 mil reais. Depois de algum tempo soube que não devem fechar conosco porque acharam alguém que fará a mesma coisa por 3mil. Faça as contas e verá que alguém trabalhará por 1/3 do seu valor. Isso é prostituir a profissão. Evidentemente nem voltei a procurar o projeto pois não vamos trabalhar com gente assim nunca.
Hoje em minha escola tive um bom exemplo de que nunca poderemos parar de batalhar nosso espaço. Mesmo estando a quase 14 anos na escola tive que ouvir a uma proposta ridícula. Uma jovem professora sugeriu que bem que poderíamos condicionar os alunos problemas à prática da Educação Física! Os que não se "comportassem" teriam como castigo imediato não poder fazer as aulas de Educação Física! PUTZ!!
Como se fossemos apenas um tipo de recreio ou prêmio! Como se outras disciplinas fossem importantes e a nossa não. Ah! e um dos argumentos é que os alunos, que adoram a minha disciplina iriam se "comportar" pois não iriam querer perder minhas aulas e blablabla...
Puta merda!!! Será que realmente é a disciplina que é "legal" ou será que é mérito do professor? Será que a disciplina X Não é legal ou é mérito também do professor??? Fica a questão?!?!?!?
Enfim, depois de expor de uma forma bem simpática minha opinião sobre o tema conclui junto a essa professora que talvez o fato é que por não participar ativamente das atividades escolares e não ter o hábito de conquistar conosco títulos e títulos escolares, eventos esportivos, não saber os inúmeros valores e muitos alunos aprovados em vestibular, hoje professores universitários, profissionais e acadêmicos muito bem preparados e graças a (em parte claro) sua passagem pelo Atletismo, pelo Xadrez, pelo Futsal, Futebol de nossa escola é que puderam construir de forma eficiente seu caráter e buscar seus objetivos na vida. Por isso talvez ela não consiga entender o valor que nossa disciplina tenha como formadora de cidadãos, que aliás é obrigação de todas as áreas de conhecimento e que com certeza em nossa escola a Educação Física tem feito bem ao longo desses 14 anos. 
Num primeiro momento, pensei em lamentar a postura dessa professora e me decepcionar com sua visão retrógrada, tipo anos 50 sobre nossa área de trabalho. Mas sabe de uma coisa. Depois de suas desculpas sinceras, percebi que na verdade nosso espaço na escola está definitivamente conquistado e as pessoas que chegam agora e com uma visão deteriorada da Educação de um modo geral é que acabam por aprender um pouco mais pois têm que fazer de imediato um upgrade de seus critérios e de seus métodos defasados. 
Ao final dessa pequena história de hoje, estou feliz, pois percebi que com atitude e postura profissional, conseguimos mudar mais um hoje. depois de uma rápida análise percebeu-se que "castigo" e "recompensa" talvez apenas em brincadeiras de pique esconde! Dentro de um ambiente sério de trabalho jamais.
Meu amigo profissional! Sugiro que adote essa postura. Acredite em você e no seu trabalho e seja feliz! Receita infalível para o sucesso! Ah1 e valorize-se pois ninguém o fará por você!!!

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

ATHENAS SERÁ PARCEIRA NO TORNEIO REGIONAL DE VOLEI DE PRAIA EM JANDAIA DO SUL

Em Abril um grande evento regional de Volei de Praia acontece em Jandaia do Sul. A realização fica a cargo da Secretaria de Esportes de Jandaia do Sul e do SESC. A Athenas será parceira desse evento e desde já confirmou equipes de Nova Aliança do Ivaí, São Jorge do Ivaí, Tamboara, Paranavaí e Colégio Paroquial que hoje treinam nos projetos da empresa.
O professor Geraldo Valderlei Bezerra, amigo de muitos anos e agora atuando na Sec de Esportes em Jandaia, confirmou hoje as datas 02 e 03 de Abril para o evento. Estaremos por lá com força total. Segundo o professor Michel devemos levar aproximadamente 50 atletas nas duas categorias do evento: 
Sub 17 anos Masculino e Feminino
Adulto - Masculino e Feminino.

Maiores informações, entre em contato por aqui no blog ou fale com o Geraldo na Secretaria de Esportes de Jandaia do Sul.

VOLEI DE PRAIA RETOMA ATIVIDADES COM FORÇA TOTAL

O professor Michel retomou as atividades no Colégio Paroquial essa semana e muito se tem comentado sobre o grande interesse pelas aulas da modalidade. A procura tem sido grande pelos alunos .Os treinos são realizados na quadra do Escoteiro às segundas, terças e quintas feira sempre das 13:30h as 15:30h, estando já com um grupo de 25 alunos todos estes do ensino fundamental, e ainda atendendo alunos também na Praça dos Pioneiros onde temos alunos bolsistas e não bolsistas.
A expectativa para 2011 é que surjam resultados expressivos ainda no primeiro semestre.

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

E O SUPER JUMP??

Apesar das chuvas em Apucarana, nosso SUPER JUMP tem ido de vento a favor! Pena que a chuva tem atrapalhado porque parece que tem um reloginho, rsrsrsrs... o Rafael abre o brinquedo e 40 minutos depois ta caindo o mundo de água... todo dia... Ontem, domingo, falamos ao telefone e só na fila ele dispensou 42 crianças que esperavam pra brincar! Mas a chuva simplesmente fez todo mundo ir pra casa frustrado. Acredito que vamos renovar por mais 1 ou 2 semanas em Apucarana pois os planos eram encerrar hoje, dia 14 e iniciar amanhã em JANDAIA DO SUL, mas vamos conversar hoje e até a noite eu informo aqui. O legal é poder dizer que a procura está sendo fantástica, apesar da molhaceira...

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

QUERO VER O QUE VÃO FALAR AGORA!! (DICA DO TÉIA)

Estudo relaciona dieta de 'junk food' a Q.I. baixo

PUBLICIDADE
DA FRANCE PRESSE
Crianças com dieta rica em comida processada podem apresentar Q.I. ligeiramente mais baixo, de acordo com um amplo estudo divulgado no "Journal of Epidemiology and Community Health" da BMA (British Medical Association) e que já está sendo aclamado como o mais abrangente do tipo.
SXC
Crianças com dieta rica em comida processada podem apresentar Q.I. ligeiramente mais baixo, diz estudo
Crianças com dieta rica em comida processada podem apresentar Q.I. ligeiramente mais baixo, diz estudo
A conclusão da pesquisa é o resultado do acompanhamento de 14.000 pessoas nascidas na Inglaterra entre 1991 e 1992, que tiveram a saúde e o bem-estar foram monitorados aos três, quatro, sete e oito anos e meio.
Os pais das crianças foram orientados a preencher questionários que perguntavam, entre outras coisas, o que seus filhos comiam e bebiam.
Três padrões de dieta foram então identificados: o primeiro, rico em gorduras processadas e açúcar; o segundo, uma dieta "tradicional" com base em carne e vegetais; e o terceiro, considerado "saudável", com muita salada, frutas e vegetais, além de macarrão e arroz.
Quando as crianças chegaram aos oito anos e meio, seu Q.I. (sigla para quociente de inteligência) foi medido através de uma ferramenta padrão conhecida como Escala de Inteligência de Wechsler.
Entre as 4.000 crianças cujos dados estão completos, é possível perceber uma diferença significativa de Q.I. daquelas que consumiam comida processada em relação às submetidas a uma dieta saudável nos primeiros anos da infância.
Ao todo, 20% das crianças participantes consumiam grande quantidade de comida processada, e o Q.I. médio aferido entre elas é 101. Já entre os 20% alimentados de maneira saudável, o Q.I. médio é 106.
"É uma diferença muito pequena, não é uma diferença vasta", admite Pauline Emmett, uma das autoras do estudo, que pertence à Escola de Medicina Social e Comunitária da Universidade de Bristol.
"No entanto, ela as torna menos capazes de lidar com a educação, menos capazes de lidar com algumas coisas na vida", acrescenta.
A associação entre nível de Q.I. e nutrição é um ponto polêmico e exaustivamente debatido, uma vez que pode ser influenciada por inúmeros fatores como o contexto social e econômico de cada indivíduo.
É possível argumentar, por exemplo, que uma família de classe média tem mais interesse (ou mais condições) de servir uma refeição saudável aos filhos, além de dar mais estímulo à criança para que consuma alimentos saudáveis, em comparação com famílias mais pobres.
Emmett explica que sua equipe dedicou especial cuidado para neutralizar este tipo de fator na aferição dos dados.
"Temos todo o controle do nível educacional da mãe, da classe social da mãe, sua idade, se vive em casa própria, o que aconteceu em sua vida, qualquer coisa errada, o ambiente da casa, se há livros ou se assiste muita televisão, coisas assim", diz a pesquisadora.
Além disso, afirma, o tamanho do estudo não tem precedentes na área.
"É uma amostra gigantesca, é muito maior do que qualquer coisa que alguém já tenha feito", acrescentou.
Emmett enfatiza, entretanto, que ainda são necessários mais trabalhos para descobrir se este impacto no Q.I. das crianças continua à medida que envelhecem.
Sobre por que uma dieta rica em "junk food" teria esta influência sobre a inteligência, a pesquisadora sugere que a falta de vitaminas e minerais vitais para o desenvolvimento do cérebro, adquiridos em pouca quantidade em alimentos processados, em um momento fundamental da infância, pode ser responsável pela diferença.
"Uma dieta de 'junk food' não proporciona um bom desenvolvimento do cérebro", conclui.

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

ESSE É O BRASIL QUE VÊEM LÁ FORA!

Todos os dias leio algo regional e nacional dos carniceiros de plantão que criticam, falam mas em nada acrescentam... Sem perceber acabo tentado a olhar para nossa rotina da mesma forma que eles. Mas felizmente acordo e percebo que embora estejamos longe do ideal, melhoramos muito. Estamos até incomodando lá fora. Aqui não conta porque urubu tem em todo lugar. Nunca votei no Lula mas admito que ele melhorou minha vida.
Veja esse vídeo e observe como nos vêem. Méritos também para Eike que acima das costumeiras gralhas, investe e ganha muito por aqui! bobo ele...

QUAL O VALOR DE UM TROFÉU PRA VOCÊ?

Qual o valor de um troféu pra você? Aliás, você já ganhou um troféu?
Eu fico imaginando quantas pessoas nesse mundo já tenham tentado ganhar um troféu e não chegaram nem perto.Não importa em qual situação seja, em destaques culinários, culturais, esportivos, de beleza, de inteligência, político, religioso, enfim.
Mas afinal, o que é, esse mérito? Por que alguém precisa ganhar um "troféu"? Não bastaria apenas reconhecer esse mérito? Falar dele?
Não! O homem, desde sua origem busca seu reconhecimento social e usa de recursos que possam dar-lhe o respeito dos demais e dessa forma aceitem que de alguma forma ele venceu! Que ele se destacou entre os demais!
Se em épocas remotas a forma que se encontrava para ostentar essa superioridade e esse reconhecimento eram as batalhas, as guerras e os troféus se resumiam às cabeças de seus adversários, atualmente existem meios menos agressivos.
Imagine você em seu trabalho! Horas e horas de dedicação e compromisso com suas tarefas. Alguns podem se dar por satisfeitos em uma rotina insípida, sem graça e sem perspectivas. Outros, preferem disputar seu espaço, promover seu trabalho, mostrar aos outros que o que ele faz tem seu valor. E como se faz esse reconhecimento? Com um troféu claro. Ele pode não ter a aparência de uma taça ou de louros, mas pode vir como uma foto na parede, como um diploma, um vaso. Enfim, haverá o registro de que alguém se destacou.
Quando participamos de competições esportivas, temos excelentes oportunidades em mostrar o valor de nossos iguais. Amigos, alunos, filhos, enfim, nossa comunidade entra em confrontos com outros grupos com o objetivo de mostrar que também tem valor, que também podem ser os melhores.
Em situações específicas como por exemplo, pequenas comunidades, pequenas escolas, onde os limitadores sociais afligem diretamente o rendimento e as perspectivas gerais de um grupo, um troféu tem um valor extremamente significativo. Imagine um evento esportivo onde dezenas, centenas de escolas disputam entre si o mérito de ser considerado o melhor (afinal de contas, o que se busca em um estabelecimento de ensino é também o aperfeiçoamento e o destaque não é mesmo?)e o de maior qualidade. Não importa a modalidade ou a prova. Imagine que mesmo entre tanta gente, uma pequena escola consiga sobressair entre os maiores e melhores, onde possuem a oportunidade em selecionar o "the best of de best". Nesse caso, está em jogo não apenas o prêmio de uma competição esportiva. Está em jogo a auto estima de uma comunidade, a confiança de que mesmo não sendo um grande centro ou dos mais abastados, seus filhos têm valor. É inestimável!
Qual é a melhor maneira de se registrar esse momento? Claro! Um troféu! Ou troféus! É a melhor maneira de lembrar dia após dia que essa comunidade tem seu valor. Talvez não produza um piloto da NASA ou um Albert Einsten, mas isso a maioria absoluta também não consegue. É pra poucos.
Conquistar troféus com pequenos grupos e pequenas comunidades tem em muitas situações mais valor do que determinadas ações, pois eleva o caráter e a confiança do ser humano.
E o troféu? Depois de conquistado deve-se apenas guardá-lo em uma caixa de papelão e acomodá-lo pelos cantos como um ser inerte e sem valor? Ao contrário!
Da mesma forma que sempre olhamos para nossos valores e referências temos que fazê-lo com nossos troféus.
O que fazemos quando estamos carentes de amor e de fé? Olhamos e tocamos nossa bíblia e nossa cruz!
Quando nos sentimos tristes e sós, olhamos para nossos filhos, nossa família.
Na profissão, vemos nossos certificados, nossa formação.
Na escola, quando queremos lembrar do valor que temos como indivíduos e como comunidade que se destaca entre as demais, olhamos para nossos troféus. Troféus culturais, esportivos, de matemática e de tudo o que conquistamos provando nosso valor.
Por isso eles nunca devem estar em caixas mas sempre expostos para todos verem.
É natural quando não vemos o reconhecimento do valor de um troféu por uma pessoa estranha a esse processo. O fato de não participar dessas conquistas deixa uma ausência difícil de ser preenchida. Pois aquele troféu dita que fomos melhores. Que fomos destaque. E esse é o papel da escola. Educar, valorizar e preparar da melhor maneira possível nossos iguais para o mundo lá fora, que disputa troféus todos os dias de todas as formas.

A LUTA DO SÉCULO!

Você também queria ver? tai! de lambuja

domingo, 6 de fevereiro de 2011

REUNIÃO DE FAMÍLIA!

Hoje foi um domingo muito rápido. Ao mesmo tempo que fui a Apucarana para acompanhar nosso Super Jump, aproveitei para fechar alguns contratos em Mandaguari, além de conversar com algumas pessoas sobre projetos. Mesmo assim ainda sobrou tempo pra participar de um encontro de família em Jandaia do Sul. Se somar a idade das gatinhas (ahahahah) da uns 2.500 anos mas tudo bem...Ahahahahahah!!! Brincadeirinha... foi muito bom encontrar parentes que não tinha contato a muitos anos...


QUER SABER ONDE ABASTECER EM PARANAVAÍ? MELHOR PREÇO?

Mas atenção porque as promoções de fim de semana não aparecem... Hoje por exemplo abasteci etanol a R$1,67 . O ideal mesmo é procurar pois tem gente com preço a praticamente R$2,00.
http://www.meucombustivel.com.br/

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

ALGUNS ALUNOS MEUS!! EHEHEHEH


(tirado descaradamente do jacarebanguela.com)

MAIS UM JUDOCA NA FAMÍLIA - GABRIEL INICIA SUA VIDA NO ESPORTE OFICIALMENTE HOJE!!

 Quem me conhece sabe o orgulho que tenho dos meus filhos!
Cada um a seu modo, dia-a-dia me surpreende pelo carinho, pelo amor e pela capacidade em aprender. Agora em 2011, enquanto a Joana resolveu que compra até o fim do ano seu próprio netbock e está com uma verdadeira linha de produção de doces em casa, com o devido PAItrocínio, não deixa de lado o Atletismo e agora o Ballet. Além de outras atividades e claro a Escola, que vai bem obrigado.
Agora é o Gabriel que começa a se destacar e principalmente nos esportes. Apesar de 4 anos, eu gostei do que vi hoje na sua primeira aula de Judô. Ao que parece herdou o interesse do pai. Com o comando do Marcelo Mercúrio que, diga-se de passagem sabe o que faz muito bem, acredito que teremos mais um judoca na família. 
Hoje na aula, mostrou desenvoltura e conseguiu acompanhar o rítmo da aula. E parece que gostou. Felizmente a dedicação dos auxiliares do Mercúrio e o profissionalismo desse mestre são marca registrada do Judô de Paranavaí e quanto a isso estou tranquilo com a qualidade.
Eu recomendo !!

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

TAMBOARA - PROJETO ESPORTIVO ESTÁ NA ATIVA NOVAMENTE

A partir de hoje, o Projeto de Esportes de Tamboara retoma oficialmente suas atividades depois de férias merecidas. 2010 foi um ano cheio com muitas conquistas e trabalho duro. Alguns trabalhos nem pararam para fim de ano, caso do Atletismo do professor Leandro. Essa modalidade atingiu um nível de qualidade que não permite luxo de férias.
As modalidades Futsal, Futebol, Xadrez e Voleibol retornam a partir dessa semana com carga total. O objetivo é reorganizar os atletas para preparação das equipes que representarão Tamboara nos eventos oficiais de 2011...
O Professor Anderson já avisou, 2011 é o ano do Xadrez de Tamboara. Suas equipes vem para arrebentar esse ano e se Deus quiser, muita coisa boa acontece.
O Futsal e o Futebol com os professores Marcelo e Pereira estão acertando os detalhes para Torneios dentro do município pra começar a dar ritmo pra galera.
No Voleibol o Marcoz está muito animado pois de nosso trabalho duas atletas foram selecionadas para equipes de grande representatividade no Paraná.
Até o fim de semana estarei divulgando os horários e a programação de todos os professores para que vocês que acompanham nosso blog possam procurar os professores, ok?!!

sábado, 29 de janeiro de 2011

A TRISTE REALIDADE DE NOSSOS JOVENS!

Essa matéria do jandaiaonline mostra a triste realidade que nós professores, técnicos de projetos e projetos sociais e esportivos temos que enfrentar hoje. Graças a Deus não é tão comum assim, é exceção! Mas assista ao vídeo e me diga o que pode ser feito quando você encontra um único jovem em uma comunidade que pensa assim. Pensou em matar? Matar não pode! Quero outra solução. Ai você vai perceber porque sempre falo que temos que ter habilidade ao lidar com projetos de esportes em comunidades carentes e que nossos técnicos são diferenciados!
Nós criamos projetos com vários formatos. De rendimento, escolar, mas principalmente sociais. E é ai que deparamos com essa triste realidade. Algumas melhores mas algumas piores. E nem te falo de problemas em escolas. Graças a Deus a minha de Nova Aliança é praticamente um paraiso, quando comparado a isso mas os dias passam...
Assista ao vídeo e dê sua opinião!

CIVOM começou hoje!

Espere... Você não é de Paranavaí e não sabe o que é CIVOM?
Pra pessoas como eu que vieram de cidades pequenas que tinham adoração por esporte, como Jandaia do Sul, o CIVOM é o nectar dos deuses... Criado por professores de Ed Física 30 anos atrás, esse evento que reúne a comunidade para jogar voleibol, consegue ser respeitado por todos... Crianças, jovens, adultos e idosos! Segundo o Paulinho (BEKO, FESPAR) deve ser um dos mais antigos, senão o mais antigo do Paraná!
 Particularmente me sinto bem, brincando de voleibol e dentro dos princípios gerais do evento, que prepara as equipes por sorteio e divididos em categorias A (os atuantes) B (nós, os que acham que jogam) e C (os pernas/braços de pau)... Na verdade eu por exemplo seria o C mas o Marcão insiste em achar que eu jogo no B... ele ainda não percebeu que minha barriga cresceu e meu tamanho reduziu... ahahahahahahah!!
Mas enfim... desde ontem estamos frequentando o Ginásio Lacerdinha para nos divertir, dar risadas, jogar ou fingir que estamos jogando, mas acima de tudo praticando esportes de uma forma muito legal.
Quer dizer!! Eu gostaria de estar jogando pois vou para o segundo ano com problemas no CIVOM!
 Não pelo evento mas por casualidades que tem me incomodado. Ano passado, dos 08 jogadores inscritos só apareciam 3 ou 4 pra jogar de cada vez... Até que jogamos mas foi complicado... Mas esse ano começou pior...
Imagine você que alguns dias atrás, pedi que fizessem novos uniformes para que pudessemos jogar e fazer bonito. Camisas novas da Athenas para valorizar o evento e um marketinzinho por fora da nossa empresa. Ontem, dia da abertura do CIVOM, a loja me liga e diz que a rebimbela da parafuseta da máquina que imprime as camisetas quebrou e blablabla... Enfim... sem camisetas... o legal foi me dizerem que a culpa é minha por pedir em cima da hora... Estava olhando as datas e vejam só! 2 semanas para 12 camisetas!!! Já pensou quando pedir mil? Eu mato meus amigos da loja!
Triste isso!! Hoje me ligaram e deixaram claro que APESAR de ter pedido em cima da hora, ainda poderiam fazê-las... Pra quem me conhece, meu medidor de paciência estava quebrado e optei em não fazer...Mas até que fui educado...
À noite, quando cheguei pra jogar com as camisetas velhas, descobri que das 10 que fiz ano passado só voltaram pra minha mão 7... Adivinhem?!? As camisetas de opção simplesmente não me servem!! (Gordo é a sua vó) Eu sei que estou gordo mas não precisa gritar... Em minha defesa, digo que elas não passara nem pelo ombro... não chegaram a apertar na barriga... não deu tempo.
Sai, na foto, fiquei no banco. Claro que todos da equipe ficaram chateados por eu não ter jogado! Eu também fiquei! Amanhã farei o possível pra resolver a situação!
O importante é que estou no CIVOM (que meu cardiologista não fique sabendo, rsrsrs) e que minha gatinha está vendendo brigadeiros no Bar, com a benção do prof Mário Ohe! Ela quer comprar um netbook até o fim do ano!! Legal né!!
Enfim! O que vai fazer amanhã? Nada? Por que não aparece no Lacerdinha la pelas 14h? vá rir um pouco! Curtir o esporte em sua manifestação mais legal... o expontâneo... Estaremos por lá! E aproveite para comprar um Brigadeiro da Joana!!! Delicioso!!!

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

SÃO JORGE DO IVAÍ - REUNIÃO DOS TÉCNICOS

Nessa segunda feira, os técnicos e professores que atuam no Projeto de Esportes de São Jorge do Ivaí estiveram reunidos para tratar da renovação do projeto para 2011. Ainda de férias as conversas iniciam nos próximos dias mas acreditamos que em meados de fevereiro já estejamos em atividade novamente!

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

PERDI UM PROFESSOR HOJE!

Do Jandaiaonline.com:
Jandaiense morre em acidente de trânsito em Apucarana
Um acidente de trânsito ocorrido na madrugada de domingo (23) matou o jandaiense Vicente Pereira de Castro. Conhecido como Professor Vicente. Ele dava aulas de violão e fazia parte do Grupo Viola de Ouro.
O acidente aconteceu na área central de Apucarana por volta das 2 hs de domingo quando o Ford Corcel II que era conduzido por Vicente foi atingido por uma motocicleta. Segundo informações, Vicente foi internado por volta das 6hs no Hospital da Providência e faleceu por volta do meio dia.
Conforme informações do Corpo de Bombeiros, Celina de Souza, de 53 anos, que também estava no Corcel e o motociclista João Carlos de Oliveira, de 36 anos foram socorridos e encaminhados ao hospital com ferimentos considerados graves
O corpo do Professor Vicente está sendo velado na Capela Mortuária de Jandaia do Sul e o sepultamento está marcado para as 17 horas desta segunda-feira (24).

VOCÊ TOCA VIOLÃO? TOCA NÃO... ELE TOCA...